Estrutura CakePHP

CakePHP possui a característica de usar as classes de Controlador, Modelo e Visão, mas também possui classes e objetos adicionais que fazem o desenvolvimento em MVC mais rápido e agradável. Componentes, Behaviors e Ajudantes são classes que proporcionam extensibilidade e reuso para adicionar funcionalidades rapidamente à base MVC das suas aplicações. Agora vamos começar a subir um pouco o nível para analisar os detalhes de como usar estas ferramentas mais tarde.

Extensões de Controlador (Componentes)

O Componente (Component) é a classe que ajuda na lógica do controlador. Se você tem a mesma lógica e quer compartilhar entre controladores (ou aplicações), o componente é uma boa saída. Por exemplo, o componente interno EmailComponent cria e envia e-mails em segundo plano. Ao invés de escrever um método em cada controlador que utiliza esta lógica, pode-se criar um componente que empacote esta funcionalidade e seja compartilhado entre os controladores.

Controladores também são equipados com callbacks. Estes callbacks estão disponíveis para que você possa utilizar, apenas se você precisar inserir uma lógica entre operações do núcleo do CakePHP. Os callbacks disponíveis incluem:

  • beforeFilter(), executado antes de qualquer ação do controlador;
  • beforeRender(), executado depois da lógica do controlador, mas antes da visão ser renderizada;
  • afterFilter(), executado depois de todas as lógicas do controlador, incluindo a renderização da visão. Não há diferença entre afterRender() e afterFilter(), exceto que você tenha feito uma chamada manualmente para render() no seu método do controlador e tenha incluído alguma lógica depois dessa chamada.

Extensões de Visão

O Ajudante (Helper) é a classe que ajuda na lógica da visão. Assim como o componente ajuda o controlador, os ajudantes permitem a apresentação lógica ser acessada e compartilhada entre as visões. AjaxHelper é um dos principais ajudantes. Ele faz requisições AJAX facilmente de dentro das visões.

A maioria das aplicações tem partes do código que são usados repetidamente nas visões. CakePHP facilita o reuso de código na visão com a utilização de layouts e elementos (elements). Por padrão, toda visão é renderizada por um controlador seguindo algum layout. Os elementos são como pequenos trechos de código necessários que podem ser reutilizados em diversas visões.

Extensões de Modelo

Assim como as outras extensões, os Behaviors funcionam do mesmo modo, adicionando funcionalidades entre os modelos. Por exemplo, se você armazenar os dados do usuário em uma estrutura de árvore, você pode especificar o modelo User como comportamento de árvore e ganhar funcionalidades para remover, adicionar e alterar nós em sua estrutura de árvore fundamental.

Os modelos também são suportados por outra classe chamada DataSource. DataSources são abstrações que permitem os modelos manipularem diferentes tipos de dados consistentemente. Enquanto a principal fonte de dados numa aplicação CakePHP é via banco de dados, você pode escrever DataSources adicionais que permitem seu modelo representar um feed RSS, arquivo CSV, entidades LDAP ou eventos iCal. DataSources permite você associar registros de diferentes fontes: ao invés de limitar em joins do SQL, DataSources permitem você chamar seu modelo de LDAP que está associada a vários eventos iCal.

Assim como nos controladores, modelos têm recursos de callback como:

  • beforeFind()
  • afterFind()
  • beforeValidate()
  • beforeSave()
  • afterSave()
  • beforeDelete()
  • afterDelete()

Os nomes desses métodos devem ser descritivos o bastante para que você saiba o que eles fazem. Certifique-se de pegar os detalhes no capítulo sobre modelo.

Extensões de Aplicação

Tanto os controladores, ajudantes e modelos têm uma classe pai que você pode usar para definir modificações na aplicação. AppController (localizado em ‘/app/app_controller.php’), AppHelper (localizado em ‘/app/app_helper.php’) e AppModel (localizado em ‘/app/app_model.php’) são bons lugares para colocar métodos que você precisa para acessar entre todos os controladores, ajudantes e modelos.

Embora não sejam classes ou arquivos, as rotas definem regras na requisição feita para o CakePHP. As definições das rotas definem como o CakePHP deve mapear uma URL para um método do controlador. O behavior padrão assume que a URL ‘/controller/action/var1/var2’ mapeia para Controller::action($var1, $var2), mas você pode usar rotas para personalizar URLs e como elas devem ser interpretadas pela sua aplicação.

Alguns recursos na sua aplicação podem ser empacotados com mérito. Um plugin é um pacote de modelo, controlador e visão que realiza um objetivo específico que pode abranger vários aplicativos. Um sistema de gestão de usuários ou um blog simplificado podem ser bons exemplos de plugins para CakePHP.